terça-feira, 31 de março de 2015

Tabela do Piso Salarial de Vigilante - RJ - 2015

35 comentários:


Tabela de Cargos e Salários - RJ
2015

Piso Salarial da Categoria: R$ 1.162,00
Adicional de Periculosidade: R$ 348,59
Função
Salário Base
Vigilante
R$ 1.162,00
Vigilante de Escolta
R$ 1.510,54
Vigilante Motorista / Motociclista *
R$ 1.395,10  
Vigilante Orgânico
R$ 1.162,00
Vigilante Feminina / Recepcionista
R$ 1.162,00
Segurança Pessoal Privada
R$ 1.395,10
Supervisor de Área
R$ 1.743,90
Fiscal de Posto ou Supervisor de Posto
R$ 1.287,20
Coordenador
R$ 1.852,90
Instrutor
R$ 1.956,08
Vigilante Brigadista
R$ 1.162,00
Vigilante condutor de cães
R$ 1.162,00
Vigilante responsável pelo monitoramento de aparelhos eletrônicos
R$ 1.162,00

Reajuste do Tíquete: 27% passando de  R$ 13,00 para R$ 16,50.
Diária de Eventos: Passa de R$ 100,00 para R$ 120,00

Gratificação de motociclistas / motoristas:  20% estendido para quem pilota/dirige dentro posto.
(antes era pago apenas para quem pilotava/dirigia em via pública)

Seguro de vida:  calculado sobre a remuneração do mês anterior ao sinistro.  
(antes era calculado sobre o piso do vigilante apenas)

O vigilante envolvido em assaltos:  agora terá que afastar-se por 3 plantões, para que receba tratamento psicológico na sede da empresa.
(com garantia da sua remuneração)

Foi reescrita a clausula da periculosidade:  onde ficou claro que este adicional incide sobre horas extras, adicional noturno, férias, 13º salário, FGTS, INSS e aviso prévio.



Maioridade Penal, CCJ aprovou a PEC que reduz de 18 para 16 anos a Maioridade Penal.

Nenhum comentário:
A comissao de Constituição e justiça aprovou nesta Terça feira dia 31/03/2015 a PEC que reduz a maioridade penal, por 42 votos a favor e 17 contra, a Proposta de Emenda Constitucional reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos.A gora a PEC precisa ser apreciada por uma comissão especial. Em seguida, deve ser votada em dois turnos pelo plenário da Câmara, onde precisa conseguir  o apoio de pelo menos 60% dos deputados, ou seja, 308 dos 513. Depois disso, a proposta ainda deve ser votada no Senado. Uma vez aprovada, a PEC pode ser promulgada, sem necessidade de ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff.