sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Tabela do Piso Salarial de Vigilante - DF - 2015

Nenhum comentário:



Tabela de Salário para Vigilantes de Brasília / DF 2.015

CATEGORIA
SALÁRIO
HORA EXTRA
DOBRA
ADICIONAL NOTURNO
RISCO DE
VIDA
  SALARIO
+ RISCO
VIGILANTE
1.693,62
15,01
184,76
308,68
508,09
2.201,70
VIGILANTE
BANCO DO BRASIL
2.268,75
20,11
247,50
413,50
680,63
2.949,38
VIGILANTE
BANCO CENTRAL
3.305,77
29,30
360,63
602,51
991,73
4.297,50
AGENTE PESSOAL
2.956,55
26,21
322,53
538,86
886,97
3.843,52
FISCAL SUP. ENC. ASSEMELHADOS
2.031,37
18,01
221,60
370,24
609,41
2.640,78
VIGILANTE MOTORIZADO
1.862,98
16,15
203,23
339,55
558,89
2.421,87
SEGURANÇA DE EVENTOS
92,95
-
-
-
27,82
120,57
Valores dos reajustes dos benefícios para 2.015

Reajuste salarial da Categoria foi de 7,5%

Auxílio alimentação, de R$ 23,00 para R$ 28,00;

Plano de saúde, que era de R$ 90,00, passa a ser de R$ 125,00

sendo que deste valor, R$ 10,00 são para reserva técnica e para os vigilantes que estão no benefício.

Vigilantes do Distrito Federal encerram greve com ganho real de salário!

Um comentário:




Vigilantes do Distrito Federal Conseguem ganho real de salário!


A greve de três dias dos vigilantes teve resultado positivo para a categoria. Brasília mais uma vez parou. Bancos fecharam, hospitais e postos de saúde tiveram que alterar o atendimento e outros órgãos funcionaram de maneira precária.
Na tarde do dia 23/01, os vigilantes aprovaram a proposta que teve intermediação da Procuradoria Geral do DF e do próprio GDF, além de apoio do Ministério Público do Trabalho, pois os patrões estavam intransigentes e queriam de tudo quanto é jeito implantar o vigilante horista e acabar com a estabilidade do vigilante que volta do benefício do INSS. O Sindicato e a categoria bateram o pé e não aceitaram esse retrocesso, iniciando a greve na quarta-feira, 21/01. Depois de muita pressão e greve, os patrões recuaram e a categoria aceitou a proposta, nesta quinta-feira, 23/01.
As principais conquistas econômicas foram:
Reajuste de 7,5% nos salários;
Tíquete de R$ 23,00 para R$ 28,00;
Plano de Saúde de R$ 90,00 para R$ 125,00, sendo que deste valor, R$ 10,00 são para reserva técnica e para os vigilantes que estão no benefício.
Juntando todos os aumentos financeiros, os Vigilantes tiveram  mais de 12% de aumento.

Fonte:  SINDICATO DOS VIGILANTES DO DISTRITO FEDERAL


Parabéns aos Companheiros e ao Sindicato pela Vitória.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Convenção Coletiva dos Vigilantes - 2015

Um comentário:
TERMO ADITIVO À CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO
SEGURANÇA PRIVADA - 2014/2015




O SINDICATO DAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PRIVADA, SEGURANÇA
ELETRÔNICA E CURSOS DE FORMAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO -
“SESVESP”, portador do CNPJ 53.821.401/0001-79 e do CES 002.396.02833-7, com
sede na Rua Bernardino Fanganiello, 691, CEP. 02512-000 – Casa Verde Baixa – São
Paulo/SP, Fone (11) 3858-7360; AGE realizada na data de 18 de novembro de 2014,
neste Ato representando por seu Presidente Sr. João Eliezer Palhuca, RG. 7.334.634-
2 SSP/SP e CPF 549.176.978-91, de um lado, e de outro, a FEDERAÇÃO DOS
TRABALHADORES EM SEGURANÇA E VIGILÂNCIA PRIVADA,
TRANSPORTE DE VALORES, SIMILARES E AFINS DO ESTADO DE SÃO
PAULO - “FETRAVESP” - Entidade Sindical de Segundo Grau, inscrita do CNPJ
01.256.979/0001-26 – Proc. 46000.007682/96 – MTB Cód. Sindical 022.239.86215-6,
com sede na Rua Sete de Abril, nº 296 - 11º andar CJ 112, CEP. 01044-000 – Centro -
São Paulo/SP, Fone (11) 3129-5229; AGE realizada na data de 29 de outubro de 2014,
neste Ato representada pelo seu Presidente Sr. Pedro Francisco Araújo, RG
13.145.400 e CPF 948.705.948-20, agindo em representação única e exclusiva das bases
inorganizadas em sindicatos no Estado de São Paulo; e os seguintes Sindicatos
Profissionais:

Veja Relação dos Sindicatos no Final da Postagem



ESTIPULAM, DE COMUM ACORDO, PARA VIGÊNCIA A PARTIR DE 1º DE

JANEIRO DE 2015, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO NO
PARÁGRAFO ÚNICO DA CLÁUSULA 61 (CLÁUSULA 69 DO SISTEMA
MEDIADOR) DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO DA 5
SEGURANÇA PRIVADA DE 2014/2015, BEM COMO NOS TERMOS DOS
ARTIGOS 611 E SEGUINTES DA CLT, AS SEGUINTES CLÁUSULAS E
VALORES, MANTENDO INCÓLUMES TODOS OS DEMAIS DISPOSITIVOS
E CONDIÇÕES ESTABELECIDAS NA NORMA PRINCIPAL:



CLÁUSULA 1ª - VIGÊNCIA E DATA-BASE.
As partes fixam a vigência do presente Termo Aditivo de Convenção Coletiva de
Trabalho no período de 01º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2015 e a data-base
da categoria em 01º de janeiro.

CLÁUSULA 2ª - ABRANGÊNCIA.
O presente Termo Aditivo de Convenção Coletiva de Trabalho abrangerá a(s)
categoria(s) de segurança privada patrimonial, pessoal, cursos de
formação/especialização de vigilantes, operacionalização/monitoramento de segurança
eletrônica , com abrangência territorial em SP.

CLÁUSULA 3ª - REAJUSTE SALARIAL E SALÁRIOS NORMATIVOS.
Será concedido pelas empresas integrantes da categoria econômica, aos seus
empregados com contrato em dezembro de 2.014, inclusive ao quadro operacional e
administrativo, um reajuste de 6,3338% (seis inteiros e três mil e trezentos e trinta e oito
milésimos percentuais), correspondente ao índice do INPC do IBGE, acumulado no
período de Dezembro/13 a Novembro/14.
Parágrafo primeiro - As partes convencionam as seguintes funções, com o acréscimo
da gratificação de função, sobre o piso salarial do vigilante ou vigilante feminino, que
será devida quando do exercício da respectiva função, não cumulativa no caso do
exercício de duas funções gratificadas, prevalecendo a de maior valor, cessando quando
do seu remanejamento para outra função sem a gratificação. São estas as funções, com
as suas respectivas gratificações de função:

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Novas regras para trabalhadores receberem benefícios sociais foram publicadas nesta terça dia 30/12/2014.

3 comentários:

As novas mudanças afetam os benefícios de seguro-desemprego, Seguro-defeso, Pensões por morte, Abono salarial e Auxílio-doença

A mudança nas regras do seguro-desemprego valerão para quem solicitar o benefício somente depois de 60 dias, contados a partir desta terça-feira (30), quando estão sendo publicadas as Medidas Provisórias com mudanças nos benefícios sociais, informou o diretor de Programas da Secretaria-Executiva do Ministério da Fazenda, Manoel Pires.


sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Tabela do Piso Salarial de Vigilante - SP - 2015

42 comentários:






Tabela de Cargos e Salários
Validade: 01/02/2015 a 31/12/2015


Piso Salarial da Categoria R$ 1.218,15
Adicional de Periculosidade R$ 365,44

Cargo
Gratificações de Função
Salário + Gratificações + Adicional de 30%
Vigilante
R$ 1.583,53
Vigilante Feminino
R$ 1.583,53
Vig. / Monitor de Segurança Eletrônica
5%
R$ 1.644,44
Vig. / Condutor de Animais
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Condutor de Veículos Motorizados
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Segurança Pessoal
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Balanceiro
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Brigadista
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Líder
12%
R$ 1.729,71
Vig. / Operador de
Monitoramento Eletrônico
11,77%
R$ 1.726,91
Supervisor de Monitoramento Eletrônico
74,71%
R$ 2.493,58

O adicional de Periculosidade incidirá sobre o salário base do vigilante, conforme o artigo 193, § 1°, da CLT;

A gratificação de função incidirá sobre o piso salarial do vigilante, benefício não cumulativo, no caso de exercício de duas funções gratificadas, prevalecerá a de maior valor,


Outras Funções Com Salários Reajustados
(sem direito a gratificações)

Cargo
Salário
Auxiliar de Monitoramento Eletrônico
R$ 1.005,04
Atendente de Sinistro
R$ 1.339,89
Instalador de Sistemas Eletrônicos
R$ 1.167,03
Vigilante em Regime de Tempo Parcial
R$ 692,12
Empregados Administrativos
R$ 913,61
Inspetor de Segurança
R$ 1.762,73
Supervisor de Segurança
R$ 2.128,20
Coordenador Operacional de Segurança
R$ 2.553,85
Reajuste Salarial para 2.015

O reajuste da categoria foi de 6,33 %, com base no índice do INPC do IBGE;

Reajuste válido a partir de 1 de janeiro de 2015  até 31 de Dezembro de 2015.

Com o reajuste o Salário base da categoria passa de R$ 1.145,59
para R$ 1.218,15

Vale refeição passou de R$ 14,64 para R$ 17,68 por dia;

(desconto do vale refeição 18% do valor do benefício)

Cesta Básica (valor mínimo) R$ 111,92
(desconto da cesta básica 5% do valor do benefício)