sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Tabela do Piso Salarial de Vigilante - SP - 2015

Um comentário:




Tabela de Cargos e Salários
Validade: 01/02/2015 a 31/12/2015


Piso Salarial da Categoria R$ 1.218,15
Adicional de Periculosidade R$ 365,44

Cargo
Gratificações de Função
Salário + Gratificações + Adicional de 30%
Vigilante
R$ 1.583,53
Vigilante Feminino
R$ 1.583,53
Vig. / Monitor de Segurança Eletrônica
5%
R$ 1.644,44
Vig. / Condutor de Animais
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Condutor de Veículos Motorizados
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Segurança Pessoal
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Balanceiro
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Brigadista
10%
R$ 1.705,34
Vig. / Líder
12%
R$ 1.729,71
Vig. / Operador de
Monitoramento Eletrônico
11,77%
R$ 1.726,91
Supervisor de Monitoramento Eletrônico
74,71%
R$ 2.493,58

O adicional de Periculosidade incidirá sobre o salário base do vigilante, conforme o artigo 193, § 1°, da CLT;

A gratificação de função incidirá sobre o piso salarial do vigilante, benefício não cumulativo, no caso de exercício de duas funções gratificadas, prevalecerá a de maior valor,


Outras Funções Com Salários Reajustados
(sem direito a gratificações)

Cargo
Salário
Auxiliar de Monitoramento Eletrônico
R$ 1.005,04
Atendente de Sinistro
R$ 1.339,89
Instalador de Sistemas Eletrônicos
R$ 1.167,03
Vigilante em Regime de Tempo Parcial
R$ 692,12
Empregados Administrativos
R$ 913,61
Inspetor de Segurança
R$ 1.762,73
Supervisor de Segurança
R$ 2.128,20
Coordenador Operacional de Segurança
R$ 2.553,85
Reajuste Salarial para 2.015

O reajuste da categoria foi de 6,33 %, com base no índice do INPC do IBGE;

Reajuste válido a partir de 1 de janeiro de 2015  até 31 de Dezembro de 2015.

Com o reajuste o Salário base da categoria passa de R$ 1.145,59
para R$ 1.218,15

Vale refeição passou de R$ 14,64 para R$ 17,68 por dia;

(desconto do vale refeição 18% do valor do benefício)

Cesta Básica (valor mínimo) R$ 111,92
(desconto da cesta básica 5% do valor do benefício)

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Segurança Pública e Privada do Estado de São Paulo Firmam acordo de Cooperação e quem sai ganhado é a Sociedade.

Nenhum comentário:

SEGURANÇA PÚBLICA E PRIVADA, UMA PARCERIA PARA SEMPRE





A integração iniciada este ano entre a Segurança Pública e a Privada em São Paulo está consolidada e se tornará ainda mais forte no futuro em benefício da sociedade, segundo autoridades do governo estadual e representantes das entidades de Segurança Privada, que debateram o assunto hoje cedo durante um seminário no Novotel Jaraguá, centro de São Paulo. 

O debate sobre “Cooperação entre a Segurança Privada e Segurança Pública; Desafios e Perspectivas” confirmou o importante papel da Segurança Privada como suplementar a Segurança Pública. A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e o Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado (SESVESP) promoveram o encontro, com o apoio das entidades do setor.

O seminário começou com elogios ao convênio assinado este ano entre o governo do Estado e entidades de Segurança Privada, que permite a troca de informações entre os diversos órgãos de segurança. É uma parceria inédita e faz parte do Detecta, lançado em abril pelo governador Geraldo Alckmin. Esse sistema inteligente de monitoramento de crimes é uma ferramenta com tecnologia de ponta apara ajudar no patrulhamento, investigação, planejamento de combate a crimes e identificação dos padrões de delitos em cada localidade.
 

Da abertura do seminário participaram Fernando Grella Vieira, Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo; Rodrigo de Brito Carnevalle, representando o dr. Roberto Ciciliati Troncon Filho, Superintendente Regional do Departamento de Policia Federal de São Paulo, Cel. Benedito Roberto Meira, Comandante Geral da Policia Militar do Estado de SP, Luiz Mauricio Souza Blazeck, Delegado Geral da Policia Civil do Estado, Cel. Marco Aurélio Alves Pinto , Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, e João Eliezer Palhuca, Presidente do SESVESP.
 

Um convidado especial mostrou como funciona esta parceria na Inglaterra, Estados Unidos, Austrália e outros países. O inglês John Christopher Shaw, diretor-administrativo da G4S Serviços Públicos (uma multinacional de segurança privada) explicou que a integração com a Segurança Pública se intensificou a partir da crise econômica de 2011; descapitalizados, os governos precisavam ser criativos para manter a segurança da população, com menos dinheiro e mais policiais nas ruas. A solução foi delegar várias tarefas à iniciativa privada, como construção e administração de cadeias, transporte de presos e outras atividades suplementares. Hoje a parceria tem o apoio total da comunidade de Lincolnshire, condado britânico onde atua sua empresa.

Ao final do seminário, o promotor público e Assessor Especial da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Fábio Ramazzini Bechara, afirmou que essa parceria não tem volta: “Todos os fantasmas foram afastados. Não há mais mitos ou lendas.
 

Segurança Pública e Segurança Privada trabalham pelo bem comum. E esse vento é estratégico para dar visibilidade ao que será no futuro”.
João Palhuca, presidente do SESVESP, comemorou: “É o primeiro e grande passo de uma longa e frutífera caminhada”

Fonte: SESVESP

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Piso Salarial Nacional dos Vigilantes - Ameaçado pela PL 4238

5 comentários:

ATENÇÃO VIGILANTE DO RIO DE JANEIRO

ESTE SENHOR VAI PEDIR SEU VOTO PARA GOVERNADOR...
Cargo em disputa: Governador
Rio de Janeiro
PRB / RJ















Marcelo Crivella é candidato ao Governo do Rio de Janeiro pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro).

O Projeto de Lei 4238/2012, de autoria do Senador é contestado pela CNTV e toda categoria.

Lembrando que se aprovado o PL servirá como base para o piso salarial nacional dos Vigilantes;

“Não tem cabimento criarmos vigilantes de primeira e segunda classes oficializadas por pisos salariais diferenciados, o que queremos é a unificação, ao contrário da PL do senador”, disse Tertuliano Santiago, presidente do SindForte/RN.

Companheiros Vamos Valorizar nosso voto, antes de decidir em quem votar faça uma pequena pesquisa sobre o seu candidato, veja se realmente ele merece sua confiança, digite o nome do seu candidato no Google seguido da frase “é acusado de”, e analise o resultado isto é um bom começo para quem quer realmente fazer a diferença nas Urnas.

Vigilantes somos formadores de Opiniões, vote consciente não desperdice seu voto...


quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Piso Salarial Nacional de R$ 3.000,00 para Vigilantes

8 comentários:





CNTV iniciou campanha pelo Piso Nacional de R$ 3.000,00 para Vigilantes


O movimento sindical dos vigilantes, através da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), travou uma luta titânica contra o império econômico das empresas de valores, que teve como resultado uma vitória significativa onde foi garantido à categoria o adicional de 30% de risco de vida/periculosidade, reparando uma injustiça praticada há décadas pela classe patronal.

    Porém, quem sabe faz a hora, não espera acontecer! Desde junho passado a CNTV iniciou campanha pelo Piso Nacional de R$ 3.000,00 para categoria. O SindForte, sempre na linha de frente já havia dito que essa era uma boa luta e, agora, depois de uma assembleia os vigilantes deram o respaldo necessário à sua diretoria para juntar-se ao front de mais uma batalha.

   Tendo pela frente obstáculos gigantescos, principalmente por causa do Projeto de Lei (PL) 4238/2012, que trata sobre o assunto, estipula salários que podem variar entre R$ 800, R$ 900 e R$ 1.100, dependendo do grau de risco a que o  vigilante está exposto. O PL é de autoria do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) e apresenta este conceito, que é contestado pela CNTV e toda categoria. “Não tem cabimento criarmos vigilantes de primeira e segunda classes oficializadas por pisos salariais diferenciados, o que queremos é a unificação, ao contrário da PL do senador”, disse Tertuliano Santiago, presidente do SindForte/RN.

FONTE: CNTV

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Tabela do Piso Salarial de Vigilante - RJ - 2014

Um comentário:




Tabela de Cargos e Salários
Validade: 01/03/2014 a 28/02/2015


Piso Salarial da Categoria R$ 1.066,04

FUNÇÃO
SALÁRIO BASE
I- Vigilante
R$ 1.066,04
II- Vigilante de Escolta
R$1.385,82
III- Vigilante Motorista/Motociclista
R$ 1.279,91
IV- Vigilante Orgânico
R$ 1.066,04
V- Vigilante Feminina/Recepcionista
R$ 1.066,04
VI- Segurança Pessoal Privada
R$ 1.279,91
VII- Supervisor de Área
R$ 1.599,91
VIII- Fiscal de Posto ou Supervisor de Posto
R$ 1.180,92
IX- Instrutor
R$ 1.794,57
X Coordenador
R$1.066,04
XIVigilante Brigadista
R$1.699,91
XII- Vigilante condutor de cães
R$ 1.066,04
XIII- Vigilante responsável pelo monitoramento de aparelhos eletrônicos
R$ 1.066,04

Reajuste salário: 8%
Reajuste Tíquete: 28,72%

Adicional de Periculosidade: 30% ( R$ 319,81 )
Período Noturno: 22h às 5h = 7horas de trabalho que valem por 8h.
Triênio (2% do Piso): R$ 21,32
Valor do Tíquete R$ 13,00